agosto 27, 2007

TIC TAC

Tic - tac,Tic - tac...

O tempo passa lentamente,já são altas horas da noite enfim madrugada,várias noites com sono e ainda não parei de escrever.
Minha mente está atormentada e incansável,um pensamento atrás do outro,assim como a cada segundo do relógio,por algum momento não posso pensar em perder tempo e mesmo que fique cansado de escrever procuro encher a minha mente com algum livro.
O silencio é agradável durante a noite,o clima está quente então tiro a camisa,volto a escrever e pensar ao mesmo tempo.
Observo o brilho lá fora e vejo que a lua veio me fazer companhia,olho na linha do horizonte e vejo também a quebrada em silêncio,pois a noite alguns não saem porque tem medo.
Medo da polícia,outros bem loucos admiram a lua mas também estão ligeiros pois pode ser vítima dos PM's.
Mas graças a Deus está tudo normal,pois volto ao meu ambiente de espírito,volto a olhar pro horizonte e vejo as nuvens dançando com o suave vento,fazendo formatos que me faz imaginar de tudo.
Um tiro no escuro...jamais é a riscado,prefiro bolar um plano perfeito pra continuar sobrevivendo contra o tempo.
Já que tudo mudou e infelizmente sou vulnerável a danos e também a grandes transformações,assim chego a ver que estou velho e a experiência de vida conquistada me fez vencer com humildade a cada passo.

Tic - tac,Tic - tac...

03:20hs e a madrugada guarda ódio e amor,em meio a tudo isso revela grandes dores...


Nenhum comentário: