março 03, 2008

ÁRVORES

Os dias passam lentamente,tento fazer deles nada mais do que eles são por natureza.As árvores são como nós alimentado pela terra e água,assim fazendo no seu devido tempo o que é necessário,consigo escrever habitando em minha mente o silêncio,o meu olhar audaz observa o mundo das árvores ocas como um espelho,mostro confiança para entender delas toda a ignorância.
Por natureza a própria me acalma e desde o início tenho somente palavras de agradecimento.Árvores sem suas raízes caem,o homem sábio demais destrói lentamente o próprio ego,a onde habita e por fim acaba caindo.
Volto em minhas raízes,descendente afro - brasileiro,popularmente,de negros escravizados que lutaram,e após a vitória as suas almas encontraram a liberdade,para hoje nós continuarmos lutando de cabeça erguida.

Nenhum comentário: