abril 28, 2009

O PROTAGONISTA

Não foi possível deixar de ouvir a voz que implorou por socorro com lágrimas e inúmeras promessas lançadas ao vento para sair daquele estado.A dor que bateu no peito carregada pela proteção de um crucifixo,não foi o bastante para livrar o corpo físico de tudo aquilo que ainda pagaria na terra,as lembranças de um bom passado são como chagas incuráveis.O ataque cardíaco não feio como ele pedia em suas orações,rezas...velas acessas.Impossível desligar os aparelhos pois paraplégico encontra-se como estigmas de um acidente.Ele não tem nome pois perdeu a sua liberdade,não tem vida sendo que agora é material para estudo no laboratório,como um rato aguarda ansiosamente para ser envenenado.A mente brilhante que conquistou tantos diamantes,dólares,noites delirantes,habita solitário sem família,sem amor,sem a comoção do apresentador no palco implorando por doações.Nem muito menos para sensibilizar o público aos domingos serviu,não houve doação de sangue,nem a presença no dia de visita de sua amante,seus filhos sentem agora medo pois a consciência deles estão pesadas por tantos descasos por clemência.

Seus parentes estão do seu lado,mais pensando como dividir a sua herança,seus amigos o abandonaram ao saber que o seu dinheiro não será a alegria deles em um minuto de fama.Os carros glamorosos,as viagens luxuosas serão como barro jogados no seu caixão.A pátria que você tanto honrou,jurou amar está implorando para que todos os vermes da terra sejam rapidamente impiedosos ao decompor seu corpo cheirando a podre.Como ética você teve apenas a revolta de um padre tendo que erguer os braços e te dando a benção.Seus pecados não serão perdoados por nós e sim marcaremos apenas o seu encontro com Deus para o seu julgamento político porco.

Nenhum comentário: