novembro 12, 2010

O LIVRO

As páginas foram refeitas,as lágrimas secaram e o livro que escrevo fala do amor que as mulheres não conhecem.
Ninguém mandou elas brincarem com o amor e ferir o coração dos homens que ama realmente. Um grande abraço ao Mario Puzzo, pois um dia nos encontraremos, os seus livros me fizeram entender a mágia que existe dentro dos guerreiros sonhadores.

Mas enquanto isso fico trancado entre os outros livros e escrevo no meu livro as palavras e frases no meu corpo.

E penso: "Matamos o tempo e o tempo nos enterra".

Nenhum comentário: